quinta-feira, 13 de setembro de 2007

O que é Metodologia II

Como a metodologia se relaciona com a ontologia? De um ponto de vista mais estritamente filosófico, a ontologia é a parte da filosofia que se dedica ao estudo sistemático do Ser ou da existência. Para os nossos modestos propósitos, uma ontologia diz respeito ao conjunto de objetos que se considera reais. Uma ontologia social refere-se, portanto, àquilo que pode ser considerado real no domínio social: as coletividades, como as famílias, o estado-nação, as sociedades globais existem realmente, ou são simples conceitos criados com o intuito de falar de forma resumida sobre coleções de indivíduos?

As diversas tradições teóricas das ciências sociais fornecem respostas diferentes a essa pergunta. Para alguns (chamados "realistas sociais"), como Marx e Durkheim, por ex., as coletividades realmente existem e devem ser percebidas como algo distinto dos indivíduos que as compõem. Para outros (os "nominalistas sociais"), caso de Weber e de Popper, coletividades são meros agregados de indivíduos, e falar sobre a família, o exército ou o Estado são formas simplificadas de se referir aos homens e mulheres que os compõem. Outros autores consideram que apenas os pequenos grupos, como a família e pequenas organizações sociais têm uma existência real e não meramente nominal (são apenas “nomes”).

Por que isso interessa à metodologia? Ora, dependendo do que seja considerado real minha explicação recai sobre um ou outro elemento. Para nos atermos a dois casos paradigmáticos, Durkheim e Weber, um fenômeno social será explicado a partir de outro fenômeno social (coletivo ou holismo metodológico) ou a partir das motivações, razões e objetivos dos indivíduos que lhe deram origem (individualismo metodológico). Como nem sempre a ontologia social adotada é colocada de maneira explícita (ou pode ser para alguns objetos, mas não para todos), a metodologia tem aí uma tarefa importante.


Cynthia Hamlin

2 comentários:

Paula disse...

então... a metodologia seria a deliberação acerca da forma mais objetiva de se analisar a ontologia social, as diversas concepções teóricas sobre as coletividades...? legal.

metodologia disse...

Não exatamente... a metodologia vai questionar o próprio conceito de objetividade, as diferentes concepções do que é sociedade (diferentes ontologias sociais) para os autores clássicos, o que é teoria (se ela é descritiva, preditiva, explicativa, interpretativa etc) e como ela é construída e justificada pelas diversas tradições etc. Em resumo, nós vamos entrar no subterrâneo das teorias clássicas e investigar seus pressupostos, tornar explícito aquilo que é colocado de maneira implícita ou pouco clara, avaliar suas fraquezas e virtudes relativas, perceber suas contradições etc. No processo, esperamos que vocês desenvolvam uma linguagem e um pensamento bastante abstrato que permita que vcs façam o mesmo em relação a qualquer teoria. Parece muito, né? Mas temos que começar de algum lugar...