quinta-feira, 15 de maio de 2008

Enquanto issso, na Sala de Justiça....

10 comentários:

Cynthia disse...

Que cazzo é esse? Muito bonito: eu aqui, trabalhando feito um camelo, e vocês dois assistindo desenho animado. Quem foi que colocou essa pérola da metodologia das ciências sociais aqui?

Le Cazzo disse...

Não tenho a mínima idéia de quem fez isso aqui. Mas como Artur não se acusou, acho que a melhor coisa a fazermos é postar logo algum texto para tornarmos essa gracinha uma coisa do passado. Jonatas

Cynthia disse...

Ha ha! Eu sabia! Já comecei a escrever, peste! Já tem dois parágrafos lindinhos.

Sérgio Coutinho disse...

Nem lembro quanto tempo faz que eu não assistia a essa abertura. Lembrei de um artigo que li nesta semana, de Marcus Ramone, no Universo HQ (www.universohq.com). Trata da "Era Pós-Moderna dos Quadrinhos", conceito de Shawn O'Rourke para analisar a transição da inocência dos quadrinhos e desenhos animados de décadas atrás para a ambigüidade moral dos supostos heróis de hoje. Vale conferir:
http://www.universohq.com/quadrinhos/2008/n14052008_06.cfm

Le Cazzo disse...

Obrigado pela dica, Sérgio. Conferirei. Abraço, Jonatas

asadebaratatorta disse...

Oh, Deus. =P
Quem será o Batman e o Robin? ^^'

E a questão de gênero, onde que fica? Onde está a mulher-gato e a Batgirl? =P
(brincadeira, viu, gente?:p)

"That's all, Folks!"

[hehehehehehe]

Cynthia disse...

Pelamordedeus, Raphael, não dá idéia!

asadebaratatorta disse...

heiauheaihiaehiaehihea

Ei, correção da prova muito boa. Grato pelas observações. ^^

Artur disse...

Sou inocente nessa estória. O principal suspeito, de colocar a abertura dessa versão ultra-gay de Batman, é o Coringa -- creio que a mando da Mulher-Gato. Na série, há claros indícios de que Batman sodomizava Robin, mas isso é outra estória; aliás, pouco condizente com um blog acadêmico!

Cynthia disse...

Pois eu confesso que achei que Jonatas estava agindo sob o seu comando, Artur. Mulher-Gato e Coringa, é?