sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Pedido de desculpas

A jornalista Luce Pereira apresentou hoje, em sua coluna no Diário de Pernambuco, suas desculpas a tod@s que compõem o PPGS/UFPE, em especial a Marcelo:

Desculpas I
Um pedido de desculpas ao doutorando Marcelo Miranda e aos integrantes do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da UFPE, onde ele apresenta, hoje, a pesquisa Sentidos ambivalentes e possíveis desconstruções da heteronormatividade via programa televisivo recifense papeiro da Cinderela.

Desculpas II

Em nota publicada no dia 24, sob o título Papeiro pomposo, usei um tom brincalhão para observar que até produções do gênero besteirol, como é o caso do programa objeto da pesquisa de Miranda, ganham, nos trabalhos acadêmicos, a companhia de termos tão formais que o resultado final nem de longe lembra a imagem de deboche e vulgaridade costumeiramente passada por elas. Em momento algum houve intenção de desqualificar o trabalho, como entenderam professores da casa.

6 comentários:

Hugo Menezes disse...

Merecidas desculpas...
Entretanto, se não houve a "intenção de desqualificar", lanço uma sugestão à jornalista: invistir mais seriamente na revisão dos seus textos. Nós (antropólogos, sociólogos, historiadores, jornalistas...) que trabalhamos com as palvras, suas forças e significados, temos que que estar atentos às combinações semânticas escolhidas para expor nossas ideias. É necessário um esforço constante na busca por pressupostos e análises apressadas. A "gramática do preconceito" vem sendo cada vez mais rapidamente identificada gerando desconfortos como neste lamentável episódio. Sejamos mais vigilantes com pensamentos e palavras, eles ganham o mundo...

Hugo Menezes Neto.
Historiador e Antropólogo
Doutorando do Programa de Pós-graduação em Sociologia e Antropologia da UFRJ.

Leonardo disse...

Na minha humilde opinião, a emenda (o pedido de desculpas) saiu pior que o soneto...

Por acaso a "nobre" jornalista compareceu hoje ao PPGS para prestigiar a apresentação do trabalho?

Cynthia disse...

É isso aí, Hugo. Inclusive porque a velha tática do "estou brincando" nem sempre cola, podendo abalar ainda mais a reputação de quem faz uso dela. Certos contorcionismos são mais dignos da performance de um artista do Cirque du Soleil do que de um profissional da comunicação, mas esse já não é mais um problema nosso.

Cynthia disse...

Leonardo,

infelizmente, ela preferiu declinar o nosso convite.

Edilson disse...

Achei decente, da parte da senhora jornalista Luce Pereira, a nota "Desculpas I", com pedido de desculpas a Marcelo Miranda e aos integrantes do programa de Pós-graduação em Sociologia da UFPE.
No entanto, a nota "Desculpas II", ficou a desejar, tendo em vista que o Gênero da comédia, tem seu valor como qualquer outro tipo de arte, desde a cultura erudita assim como a cultura popular.
O debate deveria ficar aberto, para um colóquio entre os envolvidos no caso e seus comentaristas, fica aberta a ideia.
edilsoncostape@hotmail.com

Kali disse...

Liberdade de expressão sim, irresponsabilidade não.
Informação decente sempre!
Foi merecido o pedido de desculpas públicas tanto ao pesquisador Marcelo Miranda quanto ao PPGS.
Que fique registrada a necessidade sempre de respeito e de informações mais apuradas ao julgar trabalhos seriamente desenvolvidos.
E também, a necessidade dos debates das abas que apareceram desse infeliz tropeço jornalístico.