terça-feira, 5 de abril de 2011

Volta, Joanildo!




Joanildo Burity fala de seu novo livro, Fé na Revolução: Protestantismo e o discurso revolucionário brasileiro (1961-1964), editado pela Editora Novos Diálogos.

Joanildo é pesquisador da Fundaj e professor colaborador do PPGS/UFPE. Foi sequestrado pelos ingleses no ano passado e vem sendo mantido refém pela Universidade de Durham. Até o momento, as negociações pela sua volta têm falhado, mas a nova coordenação do PPGS está empenhada no lançamento da campanha Volta Joanildo!, com amplo apoio do Cazzo.

Para subscrever à campanha, deixe seu recado nos comentários, que serão encaminhados ao Itamaraty em momento oportuno.

Cynthia

7 comentários:

kalianirocha@gmail.com disse...

Que susto! Affi!
Depois do susto! Subscrevo-me!
Bjs!

Tâmara disse...

Eu também tive susto. Aff! Acho que essa foto não é da editora mas dos sequestradores britânicos: obedecendo ao primeiro ministro que decretou o fracasso do multiculturalismo, ja' desmulticulturizaram o pobre Joanildo - nela parecido com um acadêmico britânico puro! Mas tem uma vantagem que não podemos negar: ta' "distingué", o rapaz. Recuperemos então o acadêmico paraibano de Pernambuco. Subscrevo-me.
Quanto ao dia'logo com o autor, fez-me pensar em alguém que parece uma referência importante para ele: Laclau. E fico entre a posição amarga e a posição otimista para com a presença da religião no espaço pu'blico. O jogo esta' em aberto e estudos comparativos podem revelar semelhanças contemporâneas entre, por exemplo, a evolução da fraternidade muçulmana no Egito e a dos evangélicos no Brasil (ou nos EUA). A diversidade de que fala Joanildo, parece-me, tanto exprime potências de abertura, quanto potências totalita'rias e ainda as do pragmatismo cruel de que ele também fala. Nada esta' garantido nas dinâmicas em torno da democracia - que pena, que bom!

Cynthia disse...

Sssshhh, Tâmara! Fica quieta: parte do charme de Joanildo é que ele não sabe que é distingué. Ainda mais agora, disfarçado de intelectual inglês.

Joanildo disse...

Num segundo de descuido de meus sequestradores, envio uma linha: nao se aflijam, voltarei. "Distingué", thanks! J

Cynthia disse...

Gente, mas não se tem mais um pingo de privacidade nessa internet!

Aguente firme, Joanildo! Estamos organizando uma vaquinha, junto com o dinheiro do cafezinho.

Anônimo disse...

esse cara parece o dentista maluco do filme denis o pimentinha

Micheline Batista disse...

A campanha tem meu total apoio. Também digo: Volta, Joanildo! Vê se passa a perna nesses sequestradores ingleses e volte para o PPGS!